Índia em estado de alerta após atentados em Nova Délhi que deixaram 18 mortos

A Índia se encontra em estado de alerta, com a adoção de medidas de segurança nos aeroportos, estações de trens e centros urbanos, depois da série de atentados cometidos neste sábado em Nova Délhi que deixaram pelo menos 18 mortos e 40 feridos.

AFP |

"Aumentamos o alerta ao nível máximo", disse o porta-voz da polícia de Nova Délhi, Rajan Bhagat.

A polícia ergueu barricadas nos acessos à capital e revistava os veículos em uma tentativa de evitar novos atentados. Tropas paramilitares patrulhavam as ruas.

As forças de segurança fecharam o metrô e iniciaram a busca por explosivos em cinemas e teatros. A polícia tentava dispersar as concentrações de pessoas por temer novas explosões.

Os estados de Punjab e Haryana (norte) também foram declarados em alerta máximo.

Uma série de atentados (cinco explosões segundo fontes oficiais) neste sábado deixou pelo menos 18 mortos em Nova Délhi, confirmou o ministro do Interior, Shivraj Patil.

Todas as explosões aconteceram em um intervalo de 45 minutos.

"O fato das explosões terem acontecido em mercados muito movimentados em um sábado indica a intenção cruel dos culpados de causar o maior número de vítimas e danos", denunciou o ministro.

O grupo 'Mujahedines Indianos' reivindicou a autoria dos atentados em um e-mail, segundo a agência estatal PTI.

"Em nome de Alá, os Muajahedines Indianos voltaram de novo", afirma o texto, de acordo com o canal NDTV.

O grupo radical já reivindicara vários atentados que deixaram 45 mortos em Ahmedabad (oeste) em julho.

bur-er/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG