Índia e Paquistão trocam acusações sobre tiroteio na fronteira da Caxemira

Nova Délhi, 26 jul (EFE).- Os Exércitos da Índia e do Paquistão trocaram acusações hoje sobre uma suposta troca de tiros na fronteira da Caxemira, território que as duas nações disputam desde 1947.

EFE |

Um porta-voz militar indiano, o tenente-coronel S.D. Goswani, afirmou que alguns "radicais não identificados" abriram fogo contra as tropas indianas no posto de controle de Nagri Tekri, no distrito de Poonch.

O ataque foi seguido por um intenso ataque dos soldados do Exército paquistanês do outro lado da fronteira, acrescentou.

"Nossas tropas atuaram com moderação e não responderam" ao fogo, disse a fonte, citada pela agência indiana "PTI".

Enquanto isto, o porta-voz militar do Paquistão, Athar Abbas, citado pela emissora paquistanesa "Geo", afirmou que foram as tropas indianas que abriram fogo contra as paquistanesas no posto de Battal, sem causarem baixas.

Os soldados paquistaneses responderam "com toda sua força" para neutralizarem o ataque do lado indiano, acrescentou. EFE ja/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG