Índia diz ter respondido a questões do Paquistão sobre ataque de Mumbai

Nova Délhi, 13 mar (EFE).- O Governo indiano entregou hoje um documento com respostas detalhadas às perguntas formuladas pelas autoridades paquistanesas para seguir com sua investigação sobre o massacre terrorista de Mumbai.

EFE |

Em comunicado, o Ministério de Exteriores indiano disse ter entregue ao embaixador paquistanês em Nova Délhi, Shahid Malik, um texto que responde às 30 perguntas feitas pelo Paquistão, e expressou desejo de que isto sirva para que Islamabad atue contra os culpados.

Após admitir pela primeira vez em fevereiro que "parte" do atentado de Mumbai, que deixou 179 mortos, tinha sido planejado em território paquistanês, o Governo de Islamabad pediu mais informação à Índia para prosseguir com as investigações.

Hoje, o Governo indiano disse ter a "esperança" de que sua resposta sirva para "levar os culpados dos ataques de Mumbai à Justiça", e para que o Governo paquistanês desarticule a "infraestrutura terrorista" presente no país.

O ministro do Interior indiano, Palaniappan Chidambaram, em declarações reproduzidas pela agência "Ians", assegurou que o Governo "forneceu bases sólidas" para que o Paquistão atue.

"Qualquer um que leve a sério a investigação sobre o ataque encontrará material suficiente" na resposta para continuar com as apurações, afirmou.

Chidambaram expressou seu desejo de que a potência nuclear vizinha capture "todos os culpados, os entregue à Índia para processá-los ou os processe e castigue no Paquistão". EFE amp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG