Índia denuncia lançamento de três projéteis do Paquistão na fronteira

Nova Délhi - As forças de segurança indianas denunciaram hoje que três foguetes lançados do lado paquistanês impactaram em uma zona fronteiriça indiana, mas a guarda de fronteiras do Paquistão negou qualquer implicação.

EFE |

Um porta-voz das Forças de Segurança de Fronteiras da Índia (BSF, sigla em inglês) assegurou à agência Ians que três projéteis de 107 milímetros de calibre caíram em um campo próximo do ponto fronteiriço de Wagah, onde se encontra a principal passagem terrestre ao Paquistão.

"Os foguetes de 107 milímetros são usados por Exércitos no mundo todo. Algumas organizações terroristas também os usam. Em julho já impactaram projéteis nesta zona. Estamos investigando o sucedido", disse o porta-voz das BSF, Jagir Singh.

As forças de segurança indianas, por sua parte, usaram metralhadoras para disparar contra território paquistanês, embora em nenhum dos dois fatos se registrassem vítimas.

As BSF protestaram à instituição colega paquistanesa pelo impacto dos foguetes.

Um porta-voz da guarda de fronteiras paquistanesa confirmou ao canal privado "Dawn" que moradores da zona escutaram explosões no lado indiano, mas negou qualquer implicação de seus agentes, embora foi aberta uma investigação para esclarecer o ocorrido.

Na passagem de Wagah-Attari, que separa o Punjab indiano do paquistanês, são menos frequentes os incidentes fronteiriços entre os dois Exércitos que na Caxemira.

Ambas as Forças Armadas se acusam mutuamente frequentemente de disparar contra suas posições e a Índia insiste em que as forças de segurança paquistanesas permitem a infiltração de insurgentes em seu território.

Leia mais sobre: Índia

    Leia tudo sobre: caxemirapaquistãoíndia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG