As autoridades indianas decretaram um toque de recolher na cidade de Jaipur, no oeste da Índia, depois que atentados mataram pelo menos 60 pessoas e feriram mais de 150 nesta terça-feira. O toque de recolher começou às 9h de quarta-feira (0h, no horário de Brasília) e deve durar até a noite.

O comércio da cidade fechou.

O correspondente da BBC em Jaipur Sanjoy Majumder afirma que as ruas da cidade estão completamente vazias, com exceção de policiais e alguns poucos jornalistas.

Segundo a polícia, pelo menos oito bombas explodiram em lugares diferentes da cidade, que é capital do Estado do Rajastão e um dos destinos turísticos mais populares da Índia.

As explosões começaram por volta das 19h15 (10h15 em Brasília), em um dos horários mais movimentados do dia.

Entre os alvos do atentado estavam mercados, uma joalheria e um templo hindu.

Segundo a polícia, as bombas foram colocadas em carros ou lojas e explodiram com intervalos de 20 minutos entre uma e outra. Uma das oito bombas foi desarmada.

Uma das bombas explodiu perto de uma das principais atrações de Jaipur, o Palácio dos Ventos.

O chefe de polícia disse que se trata de um atentado terrorista e que o número de vítimas pode ser ainda maior.

Até agora, nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques. Também não está claro qual seria o motivo de ataques contra a cidade.

O policiamento no centro da cidade foi reforçado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.