Índia celebra aniversário de nascimento de Gandhi

Líder conduziu a luta pacífica pela independência indiana do Império Britânico

EFE |

A Índia celebrou neste sábado o 141º aniversário do nascimento do pai da nação, Mohandas Karamchand Gandhi, marcado neste ano pela recente sentença sobre Ayodhya e o iminente início dos Jogos da Commonwealth.

AP
Torcedores de cricket levantam cartaz de Gandhi neste sábado
"Gandhiji (o sufixo indica respeito na Índia) nos mostrou como enfrentar de forma resolvida ao medo, a compreender a importância da verdade e a trabalhar para a erradicação da pobreza, o analfabetismo e a discriminação", disse a presidente, Pratibha Patil, em mensagem divulgada às vésperas da comemoração.

Centenas de pessoas, entre elas crianças, se aproximaram do mausoléu de "Mahatma" (Grande Alma) para cantar canções e espalhar pétalas sobre a lâmina de água do monumento, segundo a agência de notícias "Ians".

Nascido em 2 de outubro de 1869 no atual estado de Gujarat (oeste da Índia), Gandhi estudou Direito na Inglaterra e viveu na África do Sul antes de liderar a luta pacífica pela independência indiana do Império Britânico, obtida em 1947.

Gandhi fez da "não violência" ou desobediência civil uma estratégia de luta contra o Império Britânico, defendeu por acabar com a injustiça perpetuada pelo sistema de castas e foi um firme defensor da harmonia interreligiosa.

"Sigamos o caminho da verdade e da não violência, vamos nos dedicar a promover a paz, a tolerância, a harmonia e a trabalhar pelo progresso da nação", pediu a presidente indiana por causa do aniversário.

AFP
Sonia Gandhi, presidente do Partido do Congresso indiano, presta homenagens no mausoléu de Gandhi
A comemoração ocorre neste ano depois da esperada sentença do Tribunal Superior de Allahabad, que ordenou a divisão da terra sagrada de Ayodhya a partir do dia 30 de setembro: um terço para os muçulmanos e dois terços para os hindus.

Em 1992, um grupo derrubou a mesquita de Babri (século XVI) em Ayodhya, erguida pelos hindus, quem agora estão satisfeitos com a decisão judicial, sobre o lugar de nascimento de Ram.

Os distúrbios que seguiram à destruição da mesquita causaram a morte de 2 mil pessoas, em um dos piores episódios de violência religiosa das últimas décadas, também frequentes durante a traumática partilha do subcontinente e que "Mahatma" combatia com suas célebres greves de fome.

Por coincidência, o aniversário do nascimento de Gandhi, feriado na Índia, ocorre neste ano a apenas um dia da abertura dos Jogos da Commonwealth em Délhi, o que motivou as forças de segurança a redobrar a atenção para evitar novos atentados.

    Leia tudo sobre: Mahatma Gandhianiversárioíndiaindependência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG