Índia anuncia pacote para estimular economia

A Índia anunciou neste domingo um plano de injeção de US$ 4 bilhões em sua economia para tentar frear os efeitos da crise financeira internacional no país e aquecer o mercado. O governo também anunciou estar planejando um aumento substancial em seus gastos no orçamento do ano que vem.

BBC Brasil |

A medida foi divulgada após o Banco Central da Índia ter cortado a taxa de juros no país em um ponto percentual no último sábado. A taxa ficou em 6,5%.

Esta foi a terceira vez desde outubro que o governo indiano promove cortes em sua taxa de juros, que agora é a mais baixa desde junho de 2006.

Além dos efeitos da crise econômica, a confiança dos investidores na Índia também ficou abalada pelos ataques de Mumbai, que deixaram pelo menos 170 mortos.

Medidas
O gabinete do primeiro-ministro Manmohan Singh divulgou um comunicado onde diz que o governo está atento à situação econômica e que tomará qualquer medida necessária para "manter a atividade econômica".

Pelo plano anunciado, várias taxas sobre valor agregado serão cortadas em pelo menos 4% para estimular o consumo.

O pacote ainda inclui mais gastos em infra-estrutura e medidas para ajudar os setores de têxteis e manufaturados.

O governo afirmou na semana passada que o país vai crescer 7,5% no ano financeiro até março de 2009.

Entretanto, analistas afirmam que o crescimento do país pode ser de 6,8% neste ano financeiro e de 5,5% no próximo.

Esperando mais
Apesar do anúncio das medidas, empresários afirmaram que estavam esperando mais do governo.

Amit Mitra, secretário-geral da Federação de Câmaras de Comércio e Indústria, afirmou que o governo está na direção correta, mas que "poderia ter feito mais" para ajudar a estimular o crescimento.

Mas o déficit orçamentário da Índia impede ações maiores, como as tomadas por países como a China, que anunciou um pacote de estímulo de US$ 586 bilhões no mês passado.

Até agora, o governo da Índia se utilizou de política monetária para tentar frear os efeitos da crise.

Desde meados de setembro, o banco central indiano já injetou US$ 60,2 bilhões no sistema financeiro para melhorar sua liquidez.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG