Índia admite tiroteio na fronteira com Paquistão

Nova Délhi, 11 jan (EFE).- A Índia reconheceu hoje um tiroteio com intervenção de suas forças de segurança na fronteira com o Paquistão para impedir uma nova tentativa de infiltração insurgente, informou uma fonte oficial.

EFE |

O tiroteio aconteceu de madrugada no setor de Kanachak, na região indiana de Jammu e Caxemira (norte), e foi iniciado pelas forças indianas de fronteira (BSF), após notar movimentos suspeitos na região, disse à agência indiana "Ians" uma fonte das BSF.

"Não temos certeza se o fogo que veio do Paquistão procedeu das forças paquistanesas ou de um grupo de insurgentes que tentava se infiltrar na parte indiana", disse a fonte.

O nevoeiro dificultou a visibilidade durante o tiroteio, mas, já de dia, as forças fronteiriças indianas descobriram que "tinha sido cortada em dois pontos" a cerca eletrificada colocada pela Índia para impedir infiltrações de grupos insurgentes a partir do Paquistão.

"Os insurgentes estavam se aproveitando do denso nevoeiro na fronteira internacional", disse a fonte das forças de segurança.

A Índia tinha denunciado no sábado o lançamento de sete projéteis supostamente procedentes do território paquistanês sobre a região do Punjab (noroeste da Índia), mas não sem vítimas fatais.

A Índia teme que os ataques sejam obra de insurgentes talibãs paquistaneses, que já conseguiram antes cometer ações em localidades próximas à fronteira destes dois países, tradicionais rivais do sul da Ásia.

Nos últimos dois anos, a Índia retirou 30 mil soldados da região da Caxemira - cuja soberania e território são disputados com o Paquistão -, alegando que os ataques dos insurgentes diminuíram, após duas décadas de luta armada.

O ministro da Defesa da Índia, A. K. Antony, irá à parte indiana da Caxemira amanhã para estudar a situação de segurança, após os recentes atritos e um ataque insurgente registrado na semana passada na capital de verão, Srinagar. EFE daa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG