Índia: 150 monges tibetanos tentam entrar na embaixada da China

Pelo menos 150 monges tibetanos exilados na Índia tentaram entrar nesta sexta-feira no perímetro da embaixada da China em Nova Délhi, horas antes da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, anunciou a Polícia indiana.

AFP |

Os monges budistas, vestidos com suas roupas de cor laranja, chegaram de ônibus à entrada da representação diplomática chinesa e tentaram retirar as barreiras de aço e o alambrado instalado em torno das paredes do edifício depois dos incidentes de março passado, explicou um porta-voz policial.

As forças de segurança indianas dominaram os tibetanos, mas alguns se desvencilharam do cordão policial antes de serem contidos em frente à embaixada.

"Colocamos os monges em prisão provisória e reforçamos a segurança na embaixada", afirmou um policial.

Mais de 100.000 tibetanos vivem exilados na Índia desde a repressão em 1959 de uma rebelião contra a China no Tibete e a chegada a esse país do Dalai Lama, líder do budismo tibetano.

kv-pc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG