Taipé, 18 mai (EFE).- Dezenas de independentistas taiuaneses protestaram hoje contra a chegada do ator Jackie Chan a Taiwan, a quem exigem desculpas devido a suas críticas ao ex-presidente taiuanês Chen Shui-bian.

Os manifestantes tentaram ultrapassar um forte cordão policial que protegia Chan e gritaram palavras de ordem pedindo a imediata saída do ator da ilha.

Em março de 2004, Chan chamou o presidente independentista taiuanês Chen Shui-bian de "bobo internacional", em relação a suas ações independentistas nos dias anteriores ao pleito presidencial daquele ano.

O ator de Hong Kong chega agora à ilha para participar de uma atividade de arrecadação de fundos para crianças, em coordenação com a rede de televisão taiuanesa "TVBS".

Os partidários do ex-presidente Chen Shui-bian, que governou de 2000 a 2008, consideram que as palavras de Chan são um insulto não só ao ex-presidente, mas ao povo taiuanês.

O protagonista da saga "Hora do Rush" não pediu desculpas por seus comentários sobre Chen. EFE flp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.