Incursão das Farc em aldeia rural termina com 2 mortos e 13 feridos

Bogotá, 29 nov (EFE) - Um policial e um civil colombianos morreram, 13 pessoas ficaram feridas e outras duas foram seqüestradas hoje pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em uma operação em uma aldeia rural de Puerto Asís, perto da fronteira sul com o Equador, informaram policiais da região.

EFE |

Os guerrilheiros ativaram uma motocicleta-bomba e outro explosivo que causaram as duas mortes e deixaram feridos três policiais e 12 civis, disse o coronel Harold Lara, chefe da Polícia no Putumayo, departamento do qual Mocoa é capital e ao qual pertence Puerto Asís.

Os rebeldes fugiram com os reféns, acrescentou o oficial, que disse que entre os feridos se encontrava o responsável interino de sua corporação no local.

O jornal "El Tiempo", de Bogotá, os insurgentes seqüestraram os comerciantes Jaime Alarcón e Juan Carlos Casanova.

O ataque se registrou em La Playa, um píer sobre o rio Putumayo na zona rural de Puerto Asís, precisou o coronel Lara, que atribuiu o ataque à frente 48 das Farc. EFE jgh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG