Incubadoras afetam batimentos cardíacos de bebês, diz estudo

Bebês recém-nascidos colocados em incubadoras podem ter seus batimentos cardíacos alterados pelos efeitos de campos eletromagnéticos, sugere uma pesquisa realizada por especialistas italianos. Os cientistas, da Universidade de Siena, mediram os batimentos cardíacos de 43 bebês em incubadoras e identificaram variações em seu ritmo quando o equipamento estava ligado.

BBC Brasil |

Nenhum dos bebês estava seriamente doente ou prematuro.

A medição, conhecida como variação do batimento cardíaco, (HRV, na sigla em inglês) reflete a capacidade dos indivíduos de se adaptar a situações de estresse ou a mudanças no ambiente.

Os especialistas não verificaram alterações quando os bebês foram expostos ao barulho do suporte de oxigênio ou às vibrações da incubadora, levando a crer que os campos eletromagnéticos foram responsáveis por alterar o ritmo cardíaco.

O médico neonatologista Carlo Bellieni disse ainda não estar certo de que os campos eletromagnéticos afetam a saúde dos bebês, mas acredita que os resultados merecem que estudos sobre o assunto sejam aprofundados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG