Incluir EUA em missão da UE na Geórgia não é boa ideia, segundo Moscou

Moscou, 28 jul (EFE).- A inclusão de pessoal do Governo americano na missão de observadores da União Europeia (UE) na Geórgia não melhoraria a situação na região, mas sim pioraria as relações entre Rússia e Estados Unidos, afirmou hoje uma fonte da Chancelaria russa.

EFE |

"A ideia de incluir observadores americanos na missão é extremamente nociva", disse a fonte à agência "Interfax".

"A presença dos americanos aumentará bruscamente o potencial de provocação na fronteira, levando em conta o papel dos EUA nos eventos do ano passado", argumentou a fonte em alusão ao conflito armado entre Rússia e Geórgia pelo controle da região separatista da Ossétia do Sul.

Além disso, a presença de observadores americanos "não mudará nada", diz a fonte russa, ao acrescentar que "a postura da Rússia a respeito da (também separatista) Abkházia e da Ossétia do Sul continua vigente", em referência ao reconhecimento de Moscou da independência dessas duas regiões.

"Quanto às relações russo-americanas, um passo assim evidentemente não as melhoraria, mas somente as pioraria, pois acrescenta um novo fator de irritação", acrescentou.

O diplomata também disse que "o mandato da UE na Geórgia tem como objetivo zelar pelo cumprimento do acordo (pactuado pelos presidentes russo, Dmitri) Medvedev, e (francês, Nicolas) Sarkozy, e não contempla o trabalho de observadores da UE em território da Abkházia e da Ossétia do Sul".

"Por isso, insistimos em que a missão da UE continue trabalhando na Geórgia", acrescentou.

A UE estendeu ontem a presença de 300 observadores na Geórgia por mais um ano, mas não debateu, como tinha anunciado na sexta-feira passada, a possibilidade de incluir observadores norte-americanos na missão europeia.

Tbilisi quer que os EUA e outros países continuem presentes em seu território por meio da missão europeia, possibilidade apoiada por França, Alemanha e Reino Unido. EFE egw/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG