Incidentes no oeste do iraque causam morte de intérprete e policial

Bagdá, 23 mai (EFE).- Um intérprete e um policial iraquianos morreram em dois incidentes ocorridos hoje na região de Faluja, de maioria sunita e localizada 50 quilômetros ao oeste de Bagdá, e outros seis agentes ficaram feridos.

EFE |

Segundo informações de fontes policiais à Agência Efe, o intérprete faleceu em decorrência da explosão de uma bomba colocada na estrada durante a passagem de uma patrulha conjunta das forças iraquianas e americanas pela cidade de Azraqiya, ao norte de Faluja, na província de Al-Anbar.

Dois policiais também ficaram feridos e foram levados a um hospital militar próximo por um helicóptero americano. As fontes também apontam que houve baixas entre os soldados americanos, mas o comando militar dos EUA ainda não deu sua versão.

Já outro policial iraquiano morreu quando tentava desativar um carro-bomba diante de uma delegacia de Faluja. Na explosão, outros quatro agentes ficaram feridos.

Ainda hoje, um suposto líder insurgente foi detido hoje na província de Salah ad-Din, no norte do país, numa operação policial.

O líder, identificado como Abu Ahmed, foi qualificado pela Polícia como o comandante dos mujahedins ("guerreiros santos") na província.

De acordo com as fontes, Ahmed era o responsável por financiar os membros da rede terrorista Al Qaeda nas províncias iraquianas de Salah ad-Din, Ninawa e At-Ta'mim. EFE am/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG