NOVA YORK (Reuters) - Autoridades norte-americanas pararam um avião da Emirates na pista do aeroporto JFK, em Nova York, por um alerta de segurança, mas o incidente era um "alarme falso", disse uma fonte ligada ao caso nesta quinta-feira.

A fonte disse à Reuters que o passageiro a bordo do avião com destino a Dubai tinha um nome parecido com a de uma pessoa que está na lista de "proibidos de viajar" dos EUA. Segundo a fonte, o avião já havia decolado.

" /

NOVA YORK (Reuters) - Autoridades norte-americanas pararam um avião da Emirates na pista do aeroporto JFK, em Nova York, por um alerta de segurança, mas o incidente era um "alarme falso", disse uma fonte ligada ao caso nesta quinta-feira.

A fonte disse à Reuters que o passageiro a bordo do avião com destino a Dubai tinha um nome parecido com a de uma pessoa que está na lista de "proibidos de viajar" dos EUA. Segundo a fonte, o avião já havia decolado.

" /

Incidente de avião em NY foi "alarme falso", diz fonte

NOVA YORK (Reuters) - Autoridades norte-americanas pararam um avião da Emirates na pista do aeroporto JFK, em Nova York, por um alerta de segurança, mas o incidente era um "alarme falso", disse uma fonte ligada ao caso nesta quinta-feira.

A fonte disse à Reuters que o passageiro a bordo do avião com destino a Dubai tinha um nome parecido com a de uma pessoa que está na lista de "proibidos de viajar" dos EUA. Segundo a fonte, o avião já havia decolado.

Reuters |

NOVA YORK (Reuters) - Autoridades norte-americanas pararam um avião da Emirates na pista do aeroporto JFK, em Nova York, por um alerta de segurança, mas o incidente era um "alarme falso", disse uma fonte ligada ao caso nesta quinta-feira.

A fonte disse à Reuters que o passageiro a bordo do avião com destino a Dubai tinha um nome parecido com a de uma pessoa que está na lista de "proibidos de viajar" dos EUA. Segundo a fonte, o avião já havia decolado.

(Reportagem de Daniel Trotta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG