Incêndios provocados pelo calor na Austrália matam 14 pessoas

SIDNEI (Reuters) - Incêndios em florestas da Austrália já mataram 14 pessoas e destruíram dezenas de casas no Estado de Victoria neste sábado, segundo a polícia e a imprensa local, enquanto uma onda de calor que acontece uma vez em cada século espalha dezenas de labaredas ao redor do país. Existem 14 pessoas mortas. Estas áreas são muito quentes e, por isso, não podemos entrar em algumas delas, disse um porta-voz da polícia à Reuters.

Redação com agências internacionais |

O calor começou a diminuir devido a uma mudança de direção dos ventos, mas os termômetros continuarão acima dos 40 graus até amanhã em Nova Gales do Sul e no Território da Capital da Austrália.

EFE
Bombeiro toma água durante o combate ao fogo na Austrália


Existem oito focos de incêndios em Victoria. O incêndio no parque de Bunyip State, ao sudeste de Melbourne, arrasou 165 hectares com a mudança na direção do vento, o que favoreceu que as chamas ultrapassassem as linhas de contenção, arrasando tudo o que encontravam.

Em Horsham, um incêndio registrado em uma área de 1,8 mil hectares destruiu pelo menos três casas e o clube de golfe da localidade. Enquanto isso, em Kilmore, o fogo se espalhou por 1,4 mil hectares e destruiu casas.

Na Austrália do Sul, onde as temperaturas caíram um pouco, os bombeiros controlaram um incêndio florestal que se aproximou a 500 metros das casas de Gawler River, nos arredores de Adelaide.

Será preciso esperar até amanhã em Nova Gales do Sul para que o calor dê uma trégua aos bombeiros, que lutam contra 40 incêndios em todo o estado.

Em Victoria, onde algumas zonas estavam há 12 dias seguidos com temperaturas superiores a 40 graus, o termômetro alcançou um recorde histórico em Melbourne de 46,4 graus.

Esta é a temperatura máxima registrada na cidade desde que este tipo de dado começou a ser medido, em 1855.

(*Com informações da Reuters e da Efe)

Leia mais sobre: incêndios

    Leia tudo sobre: incêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG