Incêndios na Europa matam pelo menos oito pessoas

Autoridades na Espanha, na França, na Grécia e na Sardenha continuam a combater os incêndios florestais que já mataram oito pessoas. Os fortes ventos mediterrâneos e temperaturas altas vêm dificultando o trabalho dos bombeiros.

BBC Brasil |

Na Espanha, seis deles morreram, e ainda existem sete focos de incêndio. As chamas que queimavam nas regiões de Aragão e Catalunha foram controladas.

Na Grécia, as autoridades continuam em alerta máximo, depois que as temperaturas ultrapassaram os 40ºC.

No domingo, surgiram mais de 50 novos incêndios no país. Um deles deixou encurralados cerca de 70 turistas na ilha de Zakynthos, no oeste da Grécia.

Eles tiveram que ser resgatados com barcos.

A previsão da meteorologia é de que os ventos fiquem ainda mais fortes nesta segunda-feira, o que pode começar novos incêndios.

Suspeitos
Mais de 15 pessoas teriam sido detidas sob suspeita de ter iniciado incêndios na Espanha.

No sul da Itália, bombeiros tentam controlar as chamas que obrigaram centenas de pessoas a deixarem as suas casas.

Quatro dos focos na Sardenha foram eliminados até a noite de domingo, mas outros continuam a arder, em meio às altas temperaturas e fortes ventos.

Na ilha francesa de Córsega, as autoridades combatem um grande incêndio. Acredita-se que alguns dos focos tenham sido iniciados criminosamente.

Três suspeitos estão detidos.

As previsões do tempo levaram as autoridades a lançarem um alerta sobre possíveis novos focos de incêndio na Europa nos próximos dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG