Dois bombeiros morreram na Califórnia enquanto tentavam combater os incêndios nas florestas ao norte de Los Angeles. Segundo as autoridades, os bombeiros morreram no domingo, quando o carro em que viajavam rolou montanha abaixo, perto de Mount Gleason, na Floresta Nacional Angeles.

Os incêndios florestais estão avançando em direção às zonas residenciais na região e, segundo os bombeiros, o fogo ameaça mais de 12 mil casas.

Cerca de 10 mil residências foram evacuadas. O governador do Estado, Arnold Schwarzenegger descreveu os incêndios como "ainda totalmente fora de controle".

As chamas também estão se aproximando perigosamente das torres que abrigam os transmissores das maiores emissoras de TV de Los Angeles, localizadas em Mount Wilson, perto de Pasadena, e também ameaçam um observatório solar histórico na região.

Cerca de 2.000 bombeiros tentam combater o fogo, que já queimou mais de 170 km quadrados de floresta.

Perigo
No domingo, as cinzas dos incêndios chegaram até Los Angeles. As equipes de emergência estão concentrando seus esforços na região norte, onde as chamas estão avançando rapidamente.

O governador, que decretou estado de emergência na semana passada, pediu aos moradores que obedeçam a orientação de evacuar suas casas, depois que três pessoas sofreram sérias queimaduras.

"Teve gente que não ouviu e teve pessoas que se queimaram e ficaram criticamente feridas porque não ouviram", disse ele.

Dois dos feridos tentaram se proteger dos incêndios em uma banheira de hidromassagem no jardim.

Com a previsão de mais calor nos próximos dias, especula-se que os bombeiros podem levar até uma semana para controlar as chamas.

A intensa fumaça também dificulta os esforços para tentar controlar os incêndios pelo ar. Os incêndios florestais são comuns na Califórnia nesta época do ano, mas é incomum que eles ocorram tão próximos de centros urbanos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.