Pelo menos 128 pessoas morreram nos incêndios mais graves da história da Austrália, que estão devastando o sudeste do país, segundo um novo balanço divulgado nesta segunda-feira pela polícia.

Um balanço anterior registrava 108 mortos.

Este é o número de vítimas de incêndios mais elevado na história do "país-continente". Em 1983, as chamas deixaram 75 mortos no estado de Victoria e no sul do país.

Mais de 750 casas foram destruídas desde sábado e as autoridades temem o aumento do número de mortos à medida que os serviços de emergência consigam avançar nas zonas devastadas.

ns/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.