Incêndios arrasam milhares de hectares e causam pânico na Grécia

Atenas, 22 ago (EFE).- Um incêndio florestal de grandes dimensões arrasou hoje quatro mil hectares e pelo menos dez imóveis vazios na região de Ática, no sudeste da Grécia, o que causou pânico entre os habitantes do lugar.

EFE |

O fogo começou ontem à noite na localidade de Gramatikos, a cerca de 50 quilômetros de Atenas, e se espalhou rapidamente durante o dia devido às fortes rajadas de vento e às altas temperaturas.

Os bombeiros recomendaram aos habitantes de três localidades da zona para que abandonassem suas casas diante do avanço sem controle dos incêndios, apesar do trabalho sem descanso de pelo menos 20 aviões e helicópteros-pipa.

Moradores e turistas das localidades afetadas lutam contra as chamas junto aos bombeiros e ao Exército para salvar seus pertences.

O primeiro-ministro grego, Kostas Karamanlis, visitou a região afetada pelo fogo e afirmou que "a prioridade é proteger as vidas humanas e seus bens".

"Foi um esforço imenso, mas a situação é muito complicada", declarou o porta-voz dos bombeiros, Gianis Kapakis, antes de advertir que "há uma noite muito difícil pela frente e é necessário ter calma".

Nas últimas horas houve o registro de 75 incêndios florestais, dos quais aproximadamente a metade foi controlada.

Os arredores de Atenas voltam a viver momentos que lembram os sofridos no verão de 2007, quando a vegetação dos montes das proximidades da capital, considerados os pulmões da cidade, foi destruída pelo fogo.

Esse ano, 250 mil hectares foram devastados na Grécia pelos incêndios que afetaram em agosto o sudeste da Grécia e a ilha de Eubea. Em dez dias, 180 mil hectares foram destruídos pelo fogo, que causou a morte de 65 pessoas. EFE afb/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG