Incêndios ameaçam subúrbios de Los Angeles

Vários focos de um gigantesco incêndio florestal ameaçavam nesta segunda-feira os subúrbios da cidade de Los Angeles, na Califórnia, obrigando a evacuação de 10 mil pessoas e colocando em risco a rede de telecomunicações da região.

AFP |

Um exército de mais de 2.500 bombeiros foi mobilizado para combater as chamas, que já consumiram 42 mil hectares e avançam em Mount Wilson, onde há uma antena de comunicações utilizada por várias emissoras de televisão e rádio, além de empresas de telefonia celular e agências governamentais.

A interrupção dos serviços de comunicação no Mount Wilson pode paralisar as operações da polícia em todo o sul da Califórnia, que utiliza os transmissores instalados nesta montanha.

A maioria das 22 redes de TV com sede em Los Angeles usam a base para transmitir seu sinal, assim como dois terços das estações de rádio FM da região.

Na zona montanhosa ao norte da grande cidade da Califórnia, cinco pessoas que ignoraram as ordens de evacuação estão cercadas pelas chamas em uma fazenda próxima ao Bosque Nacional Los Angeles, no norte da localidade de Lake View Terrace.

O capitão dos bombeiros Mark Savage destacou que não vai colocar nenhum de seus homens em risco se as condições do resgate forem muito perigosas, e a porta-voz da polícia de Los Angeles Steve Whitmore destacou que as cinco pessoas isoladas optaram por ficar na região, apesar das advertências das autoridades.

Pelo menos 10.000 pessoas já abandonarem suas casas para fugir dos incêndios, que consumiram 18 residências e ameaçam outras 12 mil.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, pediu à população que obedeça as ordens de evacuação: "muitas pessoas pensam que têm que ficar em casa para proteger seus bens, mas alguns pagam caro por isto".

Uma nuvem de fumaça espessa dominava as montanhas atrás da colina onde fica o célebre letreiro de Hollywood.

Dois bombeiros morreram no domingo e se tornaram as primeiras vítimas do incêndio. Os óbitos, no entanto, ocorreram em um acidente de trânsito, quando seu veículo saiu da estrada na cidade de Acton, no caminho do combate às chamas.

As mortes "nos lembram de forma trágica os sacrifícios de nossos bombeiros e de suas famílias para nos manter seguros diariamente", destacou Schwarzenegger.

A Califórnia é atingida com frequência por incêndios florestais devido a seu clima seco, ventos e o crescimento imobiliário dos últimos anos.

Em 2007, o sul do estado foi devastado por um dos piores incêndios florestais da Califórnia, que deixaram oito mortos, 2 mil casas queimadas, 640 mil deslocados e 1 bilhão de dólares em prejuízos.

pb/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG