O gerador elétrico da central nuclear de Vandellós II, na província de Tarragona (Catalunha, nordeste do país), pegou fogo durante duas horas neste domingo pela manhã, provocando a paralisação das atividades, informou o Conselho espanhol de Segurança Nuclear (CSN).

O incêndio foi declarado às 08H49 (06H49 GMT) e "às 10H30 o fogo foi completamente apagado pela brigada de bombeiros da central", continuou à CSN em um comunicado.

"O fogo não teve impacto algum sobre os trabalhadores ou o meio ambiente, nem nos sistema de segurança da central, que está parada e estável", segundo o Conselho.

As organizações Greenpeace e Ecologistas em Ação pediram em um comunicado a suspensão da autorização para a associação nuclear de Ascó-Vandellós (ANAV) de operar as centrais (Ascó-1, Ascó-2 e Vandellós-2) e paralisar cautelosamente seu funcionamento diante do acúmulo de acidentes que registra e a irresponsabilidade na gestão dos mesmos.

A Espanha conta com seis centrais nucleares com seis reatores. A associação Ascó-Vandellós, que engloba duas centrais com três reatores, é administrada pelas companhias de energia Endesa e Iberdrola.

esb/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.