Incêndio queima 12 casas e ameaça outras 2 mil na Califórnia

Los Angeles (EUA) - O incêndio que afeta uma área próxima ao Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia (Estados Unidos), queimou até agora 12 casas e ameaça outras duas mil, informaram hoje as autoridades estaduais.

EFE |

O fogo, que se originou em 25 de julho, arrasou 10.600 hectares segundo o último relato oficial, que indicava que apenas 10% do incêndio está sob controle.

Além das casas destruídas, outras 27 edificações foram destruídas e 200 famílias tiveram que abandonar suas residências.

Atualmente, existe uma ordem de evacuação para a comunidade de Midpines pela proximidade das chamas e se encontram em alerta os habitantes de Briceburg, ambas áreas residenciais contíguas com Yosemite.

As autoridades do parque afirmaram hoje de manhã que o fogo se encontra fora dos limites do espaço protegido e que todas as instalações de Yosemite estão abertas ao público, apesar de o incêndio ter afetado a qualidade do ar e a visibilidade em algumas zonas.

Como medida de cautela, foi interrompido o fluxo elétrico no vale de Yosemite, um local também freqüentado pelos turistas.

O incêndio, causado por atividade humana, embora atualmente se investigue se foi provocado, arde com intensidade nas duas margens do rio Merced em uma zona de difícil acesso, o que complica a tarefa das mais de 2.500 pessoas mobilizadas para acabar com as chamas.

Os serviços meteorológicos anunciaram para a Califórnia uma nova semana de calor e ambiente seco, o que favorecerá a propagação dos incêndios.

    Leia tudo sobre: incêndioincêndio na califórnia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG