LOS ANGELES - O incêndio florestal que atinge a Califórnia duplicou de tamanho na madrugada de domingo para segunda-feira, obrigando 10 mil pessoas a abandonarem suas casas para fugir das chamas, que também ameaçam uma base de telecomunicações e já http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/08/31/incendio+florestal+na+california+mata+dois+bombeiros+8170941.html target=_topmataram dois bombeiros.

O incêndio que atinge as montanhas dos subúrbios mais habitados do norte de Los Angeles já queimou mais de 34 mil hectares de vegetação seca e "se ampliou para todas as direções", indicaram as autoridades.

Um exército de mais de 2.500 bombeiros foram mobilizados para combater o fogo no Parque Nacional de Los Angeles, conhecido como Estação Fogo. Apenas 5% do incêndio foi controlado até agora.


Bombeiros observam incêndio perto de Los Angeles / Reuters

As chamas chegaram até Mount Wilson, onde ameaçam uma antena de comunicações utilizada por várias emissoras de televisão e rádio, além de empresas de telefonia celular e várias agências governamentais.

"(O fogo) está a cerca de 500 metros de Mount Wilson, que está bastante ameaçado", disse uma porta-voz do Corpo de Bombeiros e do departamento de Proteção Florestal e Incêndios (CALFIRE).

A queda dos serviços de comunicação no Mount Wilson pode paralisar as estações da polícia em todo o sul da Califórnia, que utiliza os transmissores instalados nesta montanha.

Esta base de telecomunicações "é extremamente crucial para a infraestrutura e a segurança pública na vida diária de Los Angeles", disse o porta-voz do departamento florestal, Mike Dietrich.

A maioria das 22 redes de TV com sede em Los Angeles usam a base para transmitir seu sinal, assim como dois terços das estações de rádio FM da região.

Mais de 10 mil pessoas já foram evacuadas por causa do fogo, que na manhã desta segunda-feira podia ser percebido pela nuvem de fumaça espessa que se levantava das montanhas atrás da colina onde fica o célebre letreiro de Hollywood.

Morte dos bombeiros

Dois bombeiros morreram no domingo e se tornaram as primeiras vítimas do incêndio, anunciaram as autoridades. Quatro pessoas ficaram feridas no mesmo incidente.


Carro em frente à casa queimada na Califórnia / Reuters

Os bombeiros, no entanto não morreram no combate às chamas, e sim em um acidente de trânsito. O veículo deles saiu da estrada na cidade de Acton e bateu, quando eles tentavam alcançar uma zona de difícil acesso para combater focos do incêndio.

As mortes "nos lembra de forma trágica os sacrifícios de nossos bombeiros e de suas famílias para nos manter seguros diariamente", declarou em um comunicado o governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger.

Assista à reportagem sobre os incêndios na Califórnia:


* Com AFP e Reuters

Leia mais sobre incêndios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.