BUENOS AIRES - Um incêndio ainda não controlado em uma zona rural do centro da Argentina, onde pelo menos 50 mil hectares foram arrasados, obrigou a evacuação de 120 habitantes e atingiu várias casas, informaram hoje fontes oficiais.

Cerca de 200 bombeiros trabalhavam nesta terça-feira na província de Córdoba na tentativa de controlar os focos de incêndios originados pela queima de pastagens e que se espalharam rapidamente como conseqüência da seca que a região enfrenta.

A Polícia informou que deteve ontem à noite um boliviano de 23 anos, quando este tentava pôr fogo em pastos nos arredores de Córdoba, a 750 quilômetros de Buenos Aires.

As nuvens de fumaça e cinzas provocadas pelo fogo deixaram hoje o aeroporto da região "inoperável" para as aterrissagens por causa da pouca visibilidade, afirmaram porta-vozes aeroportuários.

A situação "está bastante complicada" já que o principal foco de incêndio "é de envergadura", admitiu o subdiretor do Plano Provincial de Gestão de Incêndios, Diego Concha, em declarações a rádios locais.

Concha explicou que as condições meteorológicas "não favorecem o combate contra o fogo" e advertiu que as chamas avançam para oeste, onde há várias estâncias rurais.

A fumaça dificultou até mesmo o trabalho dos aviões dos bombeiros.

Leia mais sobre incêndios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.