Incêndio mata 15 pessoas em discoteca de Quito

Um incêndio neste sábado em uma discoteca de Quito, capital do Equador, matou ao menos 15 pessoas e deixou 45 feridos, incluindo muitos menores, durante um show de rock, informaram à AFP os organismos de socorro.

AFP |

Ao que parece, o incêndio foi provocado por fogos de artifício acendidos por uma pessoa que assistia ao espetáculo, disse Cristina Medina, porta-voz da Cruz Vermelha.

"Temos 15 mortos e ao menos 15 feridos", revelou Medina, enquanto César Enriquez, do Corpo de Bombeiros, citava 45 feridos com queimaduras.

Pelo menos 100 jovens assistiam ao show na discoteca Factory, a cerca de 500 metros do principal shopping center do sul da capital.

"O incêndio já foi controlado, mas tememos que entre os feridos haja várias pessoas em estado grave", disse Medina.

Segundo as primeiras informações, no momento do início do incêndio era realizada a premiação de um concurso de bandas de rock.

Os seguranças da discoteca ainda tentaram apagar as chamas, em meio ao pânico da multidão, mas o incêndio se alastrou rapidamente devido ao material utilizado na decoração da casa, que incluía papel e tecido.

Até a noite deste sábado, os corpos permaneciam em vários centros assistenciais de Quito, enquanto uma multidão se reunia em torno do principal necrotério da capital em busca de informações, constatou a AFP.

Leia mais sobre incêndios no Equador

    Leia tudo sobre: equador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG