Incêndio florestal na Califórnia dobra durante a noite

Por Steve Gorman LOS ANGELES (Reuters) - Um imenso incêndio florestal que se alastra sem controle pelo sexto dia nas montanhas ao norte de Los Angeles dobrou de tamanho durante a noite de domingo para segunda-feira, ameaçando o principal centro de transmissão de telecomunicações da região, o monte Wilson.

Reuters |

Dois bombeiros morreram em um acidente numa estrada no domingo, quando combatiam as chamas na Floresta Nacional Angeles e nos montes San Gabriel. Quase 2.600 bombeiros, alguns vindos de outros Estados, participam da luta contra o incêndio.

A área calcinada passou de 17 mil para 35 mil hectares durante a noite, e o fogo continua cercando o topo do monte Wilson, a quase 2.000 metros de altitude. Ali funciona um observatório mundialmente famoso e importantes torres de rádios e TVs.

Mais três casas foram queimadas durante a noite, somando-se a outras 18 que haviam sido destruídas no domingo, disse Scott Visyak, porta-voz do Departamento de Florestas e Proteção contra o Fogo da Califórnia.

As ordens para a desocupação de várias comunidades ao pé dos morros foram suspensas na segunda-feira na periferia norte de Los Angeles e também na localidade de Acton, no lado oposto dessa frente do fogo, segundo Visyak.

Ele disse que, apesar da expansão das chamas durante a noite, os bombeiros conseguiram abrir boas zonas de proteção em torno de bairros que haviam ficado ameaçados. "Estamos nos sentindo bem confortáveis a respeito dessas comunidades", disse ele.

O fogo só foi 5 por cento controlado, e pode durar mais oito dias, segundo as autoridades.

Uma espessa fumaça continua rente ao solo na região do monte Wilson, mas deve se dissipar durante o dia, permitindo a ação de aeronaves que lançam água e retardante de chamas. A atividade inclui 7 aviões e 14 helicópteros.

A causa do incêndio ainda está sendo investigada. Em seu auge, o fogo chegou a ameaçar mais de 10 mil casas nas populosas comunidades ao pé dos morros, cerca de 20 quilômetros ao norte de Los Angeles.

O mato seco, o calor e o vento alimentam as labaredas. Desta vez, porém, o temível vento Santa Ana, que ajudou incêndios no passado, poupou a região.

Mesmo assim, as autoridades aconselharam as populações a atenderem às orientações de desocupação. Três civis ficaram feridos durante o fim de semana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG