Havana, 4 abr (EFE).- Um incêndio florestal na província oriental de Camagüey afetou sete mil hectares de uma das principais reservas de coníferas de Cuba, sem que ainda tenha podido ser controlado, informaram hoje meios de imprensa oficiais.

O acidente, considerado "de grandes proporções", começou na tarde da quinta-feira e várias equipes de bombeiros, guardas florestais e instituições trabalham para controlá-lo, informou a Agência de Informação Nacional (AIN).

O Conselho de Defesa Provincial de Camagüey informou que o fogo tem "uma frente de 12 quilômetros" em uma das maiores reservas de pinheiro e eucalipto da ilha.

"As condições ambientais são propicias para o avanço do incêndio, pois nas plantações há abundante material seco, baixa umidade pela estação de poucas precipitações, e ventos relativamente fortes", explicou a AIN. EFE arj/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.