Incêndio faz navio com brasileiros parar na costa uruguaia

Um cruzeiro com 1,4 mil passageiros a bordo, incluindo cerca de 500 brasileiros, foi forçado a parar na costa uruguaia por causa de um incêndio nos geradores do navio. O cruzeiro Costa Romântica havia partido do Rio de Janeiro na última segunda-feira e, depois de passar pela costa uruguaia, deveria chegar à capital argentina nesta quinta-feira.

BBC Brasil |

De acordo com a edição online do jornal El Pais, de Montevidéu, o incêndio teria danificado os geradores do navio, que acabou obrigado a interromper a viagem a cerca de sete milhas (aproximadamente 13 quilômetros) da costa de Punta del Este, no Uruguai.

De acordo com a emissora de televisão argentina TN, a Marinha do Uruguai decidiu, por precaução, ordenar a evacuação do navio.

A Marinha uruguaia argumenta que é preciso evacuar o barco porque, para fazer o conserto nos geradores, é preciso ligar a energia. A luz de emergência - que está acionada desde que o problema surgiu - não seria suficiente para esse trabalho.

Assessores da empresa Costa Cruzeiros, dona do navio, disseram à BBC Brasil, por telefone, que os técnicos trabalham para concluir o conserto ainda nesta quinta-feira. De acordo com a empresa, os passageiros foram "imediatamente informados" sobre a situação.

"Os passageiros estão bem. Não houve problemas com eles", afirmou um funcionário da Costa Cruzeiros. "O barco não está encalhado, mas sim parado para que os técnicos resolvam a falha e ele possa seguir viagem."

Segundo o capitão uruguaio Álvaro Guinea, que acompanha o caso na costa do Uruguai, os passageiros "estão bem" e a falha técnica está sendo corrigida.

O Costa Romântica foi construído em 1993, em um estaleiro italiano, tem bandeira italiana e capacidade para 1.680 passageiros e 590 tripulantes.

Leia mais sobre cruzeiro

    Leia tudo sobre: cruzeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG