Incêndio em presídio chileno mata pelo menos 9

Santiago do Chile - Um incêndio no presídio chileno Colina II, ao norte de Santiago, matou pelo menos nove pessoas e deixou um número indeterminado de feridos, informaram fontes oficiais.

EFE |

Segundo a direção do serviço penitenciário chileno, o fogo começou pouco depois das 12h locais (13h de Brasília) no Módulo 6 do presídio por causa da queda de um fogareiro após o início de uma briga entre detentos.

Os responsáveis pelo presídio, parte de um complexo penitenciário que abriga mais de três mil detentos na cidade de Colina, a cerca de 35 quilômetros de Santiago, não descartam a existência de mais vítimas, já que havia 25 pessoas no local do incêndio.

Segundo Claudio Vega, comandante do Corpo de Bombeiros de Colina, as chamas foram controladas uma hora e meia após o início do incêndio.

Familiares dos presos se reuniram nos arredores do presídio em busca de notícias sobre seus parentes.

Até o momento, não se sabe se os mortos são apenas detentos ou se há guardas ou bombeiros entre eles.

    Leia tudo sobre: chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG