Incêndio em motim em presídio de Honduras deixa 13 mortos

Briga entre facções pode ter iniciado confusão na prisão de San Pedro Sula; mortes ocorrem depois de fogo matar 361 em outro presídio em fevereiro

iG São Paulo |

Ao menos 13 morreram e um ficou gravemente ferido no presídio de San Pedro Sula, norte de Honduras, depois de um motim seguido de incêndio nesta quinta-feira.

América Latina: Prisões vivem condenadas à crise

EFE
Presos morreram em motim seguido de incêndio no presídio de San Pedro Sula
O motim envolveu presos armados e fogo, que mais tarde foi controlado. Yair Mesa, comissionário da polícia em San Pedro Sula, disse que a revolta dos presos foi controlada com tiros dados pelos agentes carcerários. As vítimas teriam morrido por queimaduras e asfixia dentro da prisão. A causa da morte não pode ser verificada imediatamente porque os corpos estão muito queimados.

O motim, que ocorreu por volta do meio-dia em Honduras, pode ter sido decorrente de uma briga entre gangues e facções criminosas pela coordenação das celas. Segundo jornal hondurenho El Heraldo, Marleny Banegas, coordenadora de presídios na zona norte do país, confirmou que vários corpos apresentavam feridas produzidas por armas brancas. Um dos cadáveres foi decaptado e teve sua cabeça lançada na frente da direção do centro de detenção.

Os internos retiraram os corpos de dentro do presídio e os levaram para o pátio da prisão.
Mais cedo, o chefe dos bombeiros Danilo Flores disse que aparentemente os próprios presos luataram para apagar o fogo dentro da prisão. Ele acrescentou também que os internos impediram bombeiros de entrar nas celas mais cedo.

San Pedro Sula é uma das mais perigosas cidades de um país que tem a mais alta taxa de homicídio do mundo.

Tragédia: Incêndio em prisão de Honduras deixa centenas de mortos

O motim ocorre um mês e meio depois de prisões superlotadas em Honduras serem atingidas pelo pior incêndio em um século. O incêndio no complexo prisional de Comayagua deixou 361 mortos em 14 de fevereiro.

Em 2008, úlitmo ano para o qual há estatísticas disponíveis, o sistema prisional de Honduras tinha cerca de 38% de prisioneiros a mais do que a capacidade permitida, segundo o Centro para Estudos Prisionais, com sede em Londres. Em 2004, um incêndio na prisão de San Pedro Sula matou 107 internos.

*Com AP

    Leia tudo sobre: prisãoamérica latinahondurassan pedro sulaincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG