Incêndio em ilha espanhola leva à retirada de 4 mil pessoas

Villa de Mazo (Espanha), 1 ago (EFE).- Incêndio florestal que atinge a parte sul da ilha espanhola de La Palma, no arquipélago das ilhas Canárias, levou à retirada de cerca de 4 mil pessoas residentes na área.

EFE |

O fogo começou na sexta-feira, por causas ainda desconhecidas, em um lugar da ilha conhecido como Puente Roto, disseram à Agência Efe fontes do Governo local.

Devido ao forte vento, as autoridades decidiram retirar moradores da zona de Tigalate e Montes de Luna, ambos no município de Mazo, assim como dos núcleos de Los Canarios e Las Caletas, em Fuencaliente.

Todos eles foram transferidos e realocados em ginásios poliesportivos e complexos turísticos.

A extinção do incêndio, que afeta uma área de floresta, conta com o trabalho de cerca de 250 pessoas, além de dois helicópteros.

Os 75 mil hectares queimados na Espanha este ano representam o dobro do destruído pelo fogo em 2008, que foi uma superfície de 34,875 mil hectares, segundo os dados mais recentes oferecidos pelo Governo espanhol.

Entre os meses de junho e julho, 11 homens morreram em consequência dos incêndios florestais, nove deles enquanto participavam dos trabalhos de extinção, o que representa o número mais alto desde 2005, quando estes incidentes custaram a vida de 23 pessoas.

Um dos incêndios mais graves foi declarado em 20 de julho, na localidade de Horta de Sant Joan, na região da Catalunha (nordeste), no qual cinco bombeiros morreram e um ficou gravemente ferido, além de ter deixado 1,14 mil hectares destruídos pelo fogo. EFE nac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG