Incêndio em fábrica na China mata três bombeiros e deixa nove feridos

Xangai - Três bombeiros faleceram e nove ficaram feridos em um incêndio em uma fábrica de plásticos de embalagem nos arredores de Xangai (leste da China).

EFE |

As mortes se deveram à queda de uma viga de 50 metros de comprimento que atingiu três bombeiros, que morreram no ato, e deixou outros nove feridos, incidente que o diretor do Escritório de Controle de Incêndios de Xangai, Chen Fei, atribuiu a defeitos na construção da fábrica.

O incêndio começou ontem, ao meio-dia (horário local), nos armazéns da fábrica de plásticos de embalagem Rexam, em Jinhui, no distrito de Fengxian.

O fogo afetou uma zona de dois quilômetros, e os bombeiros não conseguiram controlar o incêndio até as 20 horas de ontem (9h de Brasília), depois de mais de sete horas de trabalho, enquanto os moradores em um raio de 200 metros tiveram que ser evacuados para que não corressem risco de intoxicação.

Os nove bombeiros feridos permanecem hospitalizados e estão fora de perigo, ao tempo que nenhum trabalhador da fábrica ficou ferido.

A Rexam, empresa britânica que se estabeleceu em Xangai em 1992, é uma das maiores companhias de embalagens e latas de bebida do mundo.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG