Pequim, 4 mai (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram em decorrência de um incêndio no dormitório de operários que trabalhavam em um linha ferroviária em Hohot, capital da região autônoma chinesa da Mongólia Interior, informou a agência oficial de notícias "Xinhua".

Pequim, 4 mai (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram em decorrência de um incêndio no dormitório de operários que trabalhavam em um linha ferroviária em Hohot, capital da região autônoma chinesa da Mongólia Interior, informou a agência oficial de notícias "Xinhua". As equipes de resgate afirmaram que uma hora após o início do incêndio, os bombeiros conseguiram apagar o fogo. Quatorze operários foram levados a hospitais, e seis deles estão em situação grave, explicaram as fontes. Segundo a imprensa, o dormitório onde ocorreu o incêndio é uma casa rural alugada pela filial da companhia China Railway Group Limited, e os operários estavam trabalhando na construção de um túnel ferroviário. Por enquanto, a causa do acidente está sendo investigada. Com mais de 86 mil mortes ao ano, a China registra o índice de falecimentos por acidentes de trabalho mais alto do mundo, concentrado em sua maioria no setor de mineração e da construção. EFE mmp/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.