Incêndio em creche mata 29 crianças no México

Ao menos 29 crianças morreram em um incêndio nesta sexta-feira em uma creche da cidade de Hermosillo, capital do estado mexicano de Sonora, informou a Polícia Estatal de Investigações (PEI).

Redação com agências internacionais |

"Até o momento há 29 menores mortos, por intoxicação, devido ao incêndio em uma creche particular" situada em Hermosillo, revelou a PEI.

Outros 26 bebês foram internados com queimaduras graves e sintomas de asfixia em diversos hospitais da cidade de Hermosillo, situada 1.959 quilômetros ao noroeste da capital mexicana.

A maioria das crianças, entre 3 meses e 2 anos, morreu asfixiada pela fumaça que se espalhou rapidamente pela creche, onde às 15h locais (20h de Brasília) havia aproximadamente 60 recém-nascidos aos cuidados de cinco ou seis professoras.

Os bombeiros demoraram uma hora e meia para apagar o incêndio, e alguns vizinhos que tentavam socorrer os bebês tiveram de lançar seus carros contra as paredes da creche para abrir buracos e assim poder resgatar os recém-nascidos.

Segundo a polícia, menores e adultos feridos estão sendo atendidos em diversos hospitais de Hermosillo.

EFE
Bombeiros trabalham no resgate

O porta-voz da Procuradoria de Justiça de Sonora, José Larrinaga, disse que o número de mortos subiu para 29 crianças, e afirmou que a maioria delas perdeu a vida no local.

A creche "ABC", que funcionava em uma instalação industrial sem saídas de emergência, dependia do Instituto Mexicano do Seguro Social, mas tinha administração particular.

Algumas testemunhas relataram que a fumaça do depósito de pneus se espalhou pelo local, e o calor do fogo derreteu o teto rebaixado da creche, que acabou desabando.

O presidente do México, Felipe Calderón, e o governador de Sonora, Eduardo Bours, deram instruções para socorrer os bebês feridos que permanecem internados em sete centros da capital do estado.

Hospitais dos Estados Unidos também ofereceram ajuda para atender às crianças com queimaduras.

As autoridades mexicanas prometeram punir os responsáveis por colocar a creche em funcionamento em um local que não reunia as condições de segurança necessárias.

(Com informações da AFP e EFE)

    Leia tudo sobre: incêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG