Incêndio destrói torre do castelo de Moncalieri, patrimônio da Unesco

Roma, 6 abr (EFE).- Uma torre do castelo de Moncalieri, na Itália, considerado patrimônio da Unesco e que foi residência do rei Vittorio Emanuele II de Sabóia, ficou destruída por um incêndio provocado, aparentemente, por um curto-circuito em um local que estava sendo restaurado.

EFE |

O incêndio, que começou ontem e que reiniciou após ser inicialmente controlado, foi finalmente apagado nas últimas horas e atingiu o segundo andar do castelo.

Ali estão localizados as residências reais e outros grandes quartos históricos, que ficaram completamente destruídos.

Os bombeiros, no entanto, conseguiram salvar alguns móveis antigos e objetos decorativos de grande valor.

O fogo começou em um teto que estava sendo consertado e depois se espalhou pelo chão dos quartos. Um curto-circuito na velha instalação elétrica pode ter sido a causa do mesmo.

O fogo não atingiu a área ocupada pelo I Batalhão de Carabineiros, a única ala habitada do castelo.

Os danos causados pelo fogo, segundo uma primeira estimativa, superam os US$ 15,7 milhões. EFE jl/mac/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG