ISLAMABAD - Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas em um incêndio que atingiu nesta quinta-feira o luxuoso hotel Marriott, de Islamabad, no Paquistão. O hotel havia reaberto suas portas recentemente, após ser alvo de um ataque terrorista em setembro do ano passado.

AFP
Causa do incêndio ainda é incerta

Curto-circuito teria causado o incêndio no Marriott

"A causa do incêndio foi um curto-circuito em um andar no qual havia madeira, papelões e outros materiais", disse Tahir Mehmood, porta-voz do Marriott, à agência Efe.

Mehmood acrescentou que o fogo, que atingiu levemente os três primeiros andares da instalação hoteleira, "foi controlado" pelos bombeiros. "O estabelecimento voltará a funcionar normalmente nas próximas horas", completou.

A polícia isolou a área e os feridos foram levados a um hospital da cidade. "Recebemos 16 pessoas com ferimentos, na maioria muito leves. Só duas pessoas apresentavam ferimentos graves", disse à Efe uma porta-voz do centro hospitalar.

O Marriott, um dos dois hotéis cinco estrelas da capital paquistanesa, foi alvo de um ataque terrorista em 20 de setembro, que causou a morte de 54 pessoas. O estabelecimento havia reaberto suas portas há menos de dois meses, após uma rápida e milionária reconstrução.


Assista à reportagem sobre o incêndio:

Leia mais sobre Paquistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.