Um incêndio iniciado na terça-feira à tarde devastou quase 5.000 hectares, parte deles em um campo de manobras militar, perto de Zaragoza, norte da Espanha e os bombeiros ainda não conseguiram conter as chamas, informou o governo regional de Aragón.

O fogo começou dentro de uma zona militar, por razões ainda não determinadas, e por temer possíveis explosões o governo regional e o ministério da Defesa trabalham em conjunto para tentar controlar as chamas o mais rápido possível.

As operações de extinção são prejudicadas pelas temperaturas muito elevadas (40°C) e por rajadas de vento de até 20 km/h.

Um totoal de 300 bombeiros, com a ajuda de 17 aeronaves, trabalham para impedir o avanço do fogo.

pta/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.