Imprensa é convidada a entrar pelos fundos na cúpula da Unasul

Campana (Argentina), 4 mai (EFE).- Em seu afã de evitar o contato entre jornalistas e as delegações oficiais, os organizadores da cúpula de União de Nações Sul-americanas (Unasul) que ocorre hoje em um hotel nos arredores de Buenos Aires não tiveram melhor ideia que colocar à imprensa pela porta dos fundos, onde é armazenado o lixo.

EFE |

Campana (Argentina), 4 mai (EFE).- Em seu afã de evitar o contato entre jornalistas e as delegações oficiais, os organizadores da cúpula de União de Nações Sul-americanas (Unasul) que ocorre hoje em um hotel nos arredores de Buenos Aires não tiveram melhor ideia que colocar à imprensa pela porta dos fundos, onde é armazenado o lixo. Após superar os correspondentes controles policiais nos arredores do hotel, os cerca de 300 jornalistas que cobrem a cúpula Unasul no complexo Sofitel Los Cardales, de capital francês, foram convidados a entrar no recinto pelo subsolo onde fica o lixo gerado pelo estabelecimento. O "tour" pelas "entranhas" do complexo, situado a cerca de 60 quilômetros de Buenos Aires, incluiu também um percurso pela cozinha, área dos funcionários - com uma ampla vista para lençóis e alguns escritórios de recursos humanos. Mais de 500 agentes fazem a segurança nos arredores do hotel, onde já está a maioria dos presidentes que participarão do encontro. Os primeiros a chegar, ontem, foram os líderes do Equador, Rafael Correa, do Chile, Sebastián Piñera, a que seguiram o venezuelano Hugo Chávez, o boliviano Evo Morales e o paraguaio Fernando Lugo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou hoje a Buenos Aires. Os grandes ausentes da reunião presidencial serão o colombiano Álvaro Uribe e o peruano Alan García, representados por seus respectivos chanceleres. EFE mar/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG