Imprensa diz que Deutsche Telekom espionou seus clientes

Frankfurt (Alemanha), 20 jun (EFE).- A empresa de telecomunicações alemã Deutsche Telekom espionou vários de seus clientes em 1996, informaram hoje a revista econômica semanal WirtschaftsWoche e a emissora ZDF.

EFE |

Em uma antecipação de sua edição de amanhã, a revista econômica alemã garantiu que a empresa espionou aproximadamente 120 conversas telefônicas entre 12 e 16 de dezembro de 1996, indicam relatórios, gravações e cartas às quais os dois meios de comunicação tiveram acesso.

Estas escutas foram realizadas sem ordem judicial ou intermediação da Promotoria, acrescentou o "WirtschaftsWoche", que também disse que o antigo diretor de Serviços Técnicos da Deutsche Telekom Hagen Hultzsch as aprovou, como mostram os documentos.

Os documentos não provam em que medida o então presidente da companhia, Ron Sommer, estava envolvido ou tomou conhecimento das escutas.

A Deutsche Telekom confirmou ao "WirtschaftsWoche" e à "ZDF" a ação de vigilância de 1996 e argumentou que, em virtude da ameaça mais forte de ataque ao sistema de computadores da Telekom, foi considerado imprescindível que fossem adotadas com rapidez algumas medidas para defender a empresa.

A Deutsche Telekom também afirmou que supostos ataques de hackers aos computadores da companhia foram o desencadeadores desta ação de escutas.

Para poder encontrar os suspeitos, Hultzsch aprovou as escutas de algumas conexões telefônicas, segundo documentos internos.

A decisão foi tomada no dia 11 de dezembro de 1996, após uma reunião de urgência na sede da companhia, em Bonn (oeste da Alemanha). EFE aia/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG