Londres, 22 ago (EFE).- A detenção de três supostos terroristas ocorrida na semana passada na Inglaterra está relacionada com uma investigação sobre ameaças de morte contra o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, informou hoje a rede pública de televisão BBC.

Segundo a "BBC", que não especificou suas fontes, as ameaças, que também incluíam o ex-primeiro-ministro Tony Blair, foi feita por um grupo em janeiro passado em um site extremista que apóia a jihad (guerra santa).

O grupo, que se autodenomina a "Al Qaeda do Reino Unido", exigia também a retirada das tropas britânicas de Iraque e Afeganistão, assim como a libertação de presos muçulmanos do presídio de segurança máxima de Belmarsh (no sul de Londres).

Os três suspeitos, todos de origem asiática e com 21, 22 e 23 anos de idade, foram detidos no último dia 14 no norte da Inglaterra por delitos relacionados com o terrorismo. EFE pa/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.