Imprensa americana mostra as primeiras fotos de caixões de soldados no Iraque

O caixão - coberto com a bandeira americana - de de um soldado americano de 28 anos, morto em combate, no Iraque, foi um dos primeiros a ser exibido pela imprensa americana depois do fim da proibição que pesava sobre o registro desse tipo de imagem.

AFP |

O soldado morto, Israel Candelaria Mejias, originário de Porto Rico, morreu em ação em Bagdá, no dia 5 de abril.


Caixao de Mejias foi um dos primeiros a ser fotografado após fim da restrição / AFP

O secretário de Defesa americano, Robert Gates, rejeitou em fevereiro passado uma polêmica política colocada em prática em 1991, que proibia a exibição de imagens de caixões de soldados repatriados para os Estados Unidos.

Gates deixou nas mãos dos familiares das vítimas a decisão de autorizar ou não a imprensa a filmar ou fotografar os caixões de seus entes queridos na base aérea de Dover, em Delaware, onde chegam os corpos repatriados dos militares mortos no Iraque ou Afeganistão.

    Leia tudo sobre: exercito dos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG