Bogotá, 29 out (EFE).- Um importante chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) foi morto em combate junto a cinco rebeldes em uma zona selvática do departamento de Caquetá, informaram hoje fontes militares.

O líder guerrilheiro morto, conhecido como "Felipe Rincón" e cujo nome verdadeiro era Álvaro Alfonso Serpa, era um dos três rebeldes escolhidos há alguns anos pelas Farc para negociar com o Governo a troca humanitária de seqüestrados por rebeldes presos.

O insurgente participou dos diálogos de paz como membro de um dos denominados "comitês temáticos", organizados pelas Farc e o então Governo de Andrés Pastrana (1998-2002).

Em 2000, Serpa e outros sete guerrilheiros viajaram por vários países da Europa para explicar o alcance do processo de diálogos com o Governo de Pastrana, que finalmente foi rompido em fevereiro de 2002. EFE rrm/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.