Impopularidade faz com que Brown perca estátua no Madame Tussauds

Londres, 15 mai (EFE) - A impopularidade custou ao primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, não só a derrota nas recentes eleições municipais, mas a rejeição popular a que tivesse uma estátua no museu de cera Madame Tussauds, em Londres. A informação consta de uma pesquisa de opinião feita pelo próprio museu com mais de 6.300 pessoas que responderam sobre a idoneidade de fazer uma escultura de Brown antes de esse ter vencido as eleições gerais.

EFE |

Convém lembrar que o líder trabalhista, cuja popularidade está em baixa nas pesquisas de intenção de voto, substituiu em 2007 na Chefia do Governo Tony Blair com o apoio de seu partido, mas sem o beneplácito das urnas.

Quase 84% dos entrevistados se opõem agora a que Brown seja homenageado no Madame Tussauds, frente a 16,2% que se manifestaram a favor do primeiro-ministro, informou hoje a emissora pública "BBC".

A instituição já entrou em contato há alguns meses com o chefe do Executivo para pedir que posasse para poder moldar sua estátua, mas o escritório de Downing Street alegou que o líder trabalhista tinha "coisas mais importantes a fazer com seu tempo".

O diretor-geral do Madame Tussauds, Edward Fuller, explicou que a idéia de fazer a pesquisa de opinião surgiu por causa do "pouco interesse" dos visitantes em uma estátua de cera de Brown.

"O público britânico simplesmente não quer ver, por enquanto, Gordon Brown na atração", disse Fuller. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG