Imigrantes que ocupam igreja em Zurique rejeitam proposta para deixar local

Genebra, 27 dez (EFE).- Cerca de 130 imigrantes irregulares que ocupam há uma semana uma igreja protestante no centro de Zurique rejeitaram hoje uma proposta para deixar o local e ir a uma casa paroquial.

EFE |

Os ocupantes, junto a um grupo de cidadãos que o apóiam, querem, com isso, chamar a atenção da opinião pública sobre suas precárias condições de vida.

Eles pedem que as autoridades de Zurique avaliem seus casos com "mais sentido humano" e que, por exemplo, revisem em baixa o nível de conhecimento do alemão exigido aos imigrantes para sua eventual regularização.

Além disso, pedem que possam ser aceitas certidões de batismo ou de nascimento como documentos válidos para estabelecer a identidade dessas pessoas.

Até agora, os responsáveis da igreja ocupada mostraram compreensão com as reivindicações dos imigrantes, que têm como fim último permanecer na Suíça, apesar de terem ressaltado que não crêem que a ação seja adequada para atingir seu objetivo. EFE is/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG