Imigrantes pedem que Obama e McCain falem sobre reforma migratória

Nova York, 14 out (EFE).- Líderes das comunidades de imigrantes de Nova York pediram hoje aos candidatos à Presidência dos Estados Unidos, o democrata Barack Obama e o republicano John McCain, que abordem a situação da imigração.

EFE |

"Já foram realizados dois debates dos candidatos à Presidência e outro à Vice-Presidência, e em nenhum deles se disse uma palavra sobre a reforma migratória", disse hoje a diretora-executiva da Coalizão para a Imigração de Nova York, Chung-Wha Hong.

Acrescentou que diante dessa situação, "as comunidades de imigrantes deste país" estão perguntando aos candidatos "quais são seus planos sobre a imigração".

Obama e McCain realizam amanhã o terceiro e último debate presidencial antes das eleições de 4 de novembro.

As associações defensoras dos imigrantes insistiram em que nenhum dos candidatos abordou até agora esse assunto, e lhes pediram que "ponham fim a seu silêncio e revelem seus planos sobre como regular o sistema migratório americano" durante o debate de amanhã.

Patrick Young, advogado do Centro Americano para os Refugiados, criticou que "nenhum dos candidatos poderá apresentar um verdadeiro plano sobre a imigração se não conseguir apoio durante a campanha eleitoral".

"Sabemos que os americanos querem uma reforma migratória que seja boa para as famílias, para a segurança e para a economia. Os dois candidatos têm de discutir seus planos sobre o assunto", pediu Young.

A Coalizão para a Imigração de Nova York destacou também suas atividades para conseguir que os americanos que foram imigrantes se registrem para votar.

"O número desses eleitores está crescendo e também o seu poder.

Este ano eles podem fazer a diferença nos lugares em que a margem para a vitória (de um ou outro candidato) seja pequena", disse a co-diretora da associação comunal "Make the Road New York", Ana Maria Archila. EFE emm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG