Roma, 26 jul (EFE).- Alguns imigrantes que chegaram hoje em uma embarcação ao litoral de Lampedusa, a ilha que fica mais ao sul da Itália, disseram que jogaram ao mar o corpo de duas crianças com menos de três anos que morreram durante a travessia, informou a Guarda Litorânea.

Na embarcação de cerca de nove metros de comprimento viajavam 75 imigrantes, entre eles 11 mulheres. A mesma foi interceptada quando navegava a 46 milhas do litoral da ilha.

Segundo a Guarda Litorânea, os imigrantes de origem africana estavam em um estado de saúde precário, após terem ficado no mar cerca de cinco dias.

As crianças morreram por causa da fome e das duras condições da viagem, relataram os imigrantes. EFE ccg/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.