Imigrantes ilegais fazem greve de fome em aeroporto de Zurique

Genebra, 22 mar (EFE).- Uma dezena de estrangeiros ameaçados de deportação da Suíça e que pedem asilo ao país estão em greve de fome há vários dias no centro de detenção do aeroporto de Zurique, informaram hoje as autoridades judiciais suíças.

EFE |

O protesto ocorre depois que, na semana passada, um imigrante ilegal nigeriano morreu de forma súbita quando estava a ponto de ser repatriado à força para a Nigéria. O incidente levou as autoridades suíças a cancelarem todos os voos especiais para deportar imigrantes ilegais.

O imigrante morto estava também em greve de fome havia três dias.

Os imigrantes que iniciaram o mesmo protesto devolvem as comidas que lhes entregam sem nem tocá-las, informaram as autoridades.

Esses detidos no aeroporto de Zurique estão detidos em celas com quatro a seis beliches cada, por isso que a porta-voz judicial, Rebecca de Silva, não descartou que os manifestantes compartilhem uma parte dos alimentos e devolvam a maior parte da comida.

O imigrante morto na semana passada, de 29 anos, tinha solicitado asilo na Suíça, mas foi detido na prisão por tráfico de drogas.

Diante da rejeição das autoridades a sua solicitação e iminente deportação, o nigeriano iniciou uma greve de fome três dias antes de sua morte, que ocorreu justo após ter sido algemado à força nos pés e nas mãos.

O Escritório Federal de Migrações destacou que, em 2009, houve 43 voos de deportação que saíram da Suíça com 360 pessoas que se negavam de todas as formas a deixar o país.

Cada voo desse tipo é organizado em função das necessidades ou se as pessoas deportadas rejeitam partir em um voo regular.

Este ano, cinco voos de deportação decolaram dos aeroportos suíços.

A morte do imigrante nigeriano e a polêmica que levantou sobre se os métodos utilizados pelas forças de segurança são os mais apropriados coincidem com o início do debate parlamentar sobre uma iniciativa do partido de extrema-direita UDC para retirar a permissão de residência e expulsar todo estrangeiro condenado por um crime grave. EFE vh/sa

    Leia tudo sobre: imigrantes ilegais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG