Imame do sermão culpa Rafsanjani por eventos por trás das eleitorais

Teerã, 31 jul (EFE).- O imame do sermão de nesta sexta-feira acusou de forma indireta o aiatolá Ali Akbar Hashemi Rafsanjani, de ser o culpado dos eventos por trás das eleições no Irã.

EFE |

Segundo a agência "Isna", o aiatolá Ahmad Jannati disse durante o segundo discurso deste ato "religioso-político" que as eleições presidenciais do dia 12 de junho foram do pleito mais limpos da história da República Islâmica do Irã (1979).

"Se forem canceladas estas eleições devem ser canceladas todas as eleições (do Irã) dos últimos 30 anos", disse o clérigo iraniano secretário do Conselho dos Guardiães, órgão que ratificou o resultado das eleições presidenciais do 12 de junho qualificadas de "fraudulentas" por três dos quatro candidatos.

O aiatolá Ahmad Jannati, pertencente à linha dura no Irã, defendeu também o atual presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, e disse que tinham fracassado há quatro anos atrás em relação a este, ou seja, o aiatolá Ali Akbar Hashemi Rafsanjani, planejando conspirações desde então.

"Rafsanjani ex-presidente do Irã e atual chefe da Assembleia de Especialistas, que apoiou a candidatura de Mir Hossein Moussavi nas presidenciais do dia 12 de junho, foi rival de Ahmadinejad no segundo turno das presidenciais de 2005, que mas tarde se queixou da lisura do processo eleitoral, mas em vez de apresentar uma denúncia legal disse que denunciaria a Deus. EFE msh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG