Imame acusado de crimes de terrorismo é preso na Itália

Roma, 18 ago (EFE).- O imame da mesquita da cidade italiana de Varese (norte), Abdelmajid Zergout, sobre o qual pesava uma ordem de detenção com fins de extradição para o Marrocos por crimes de terrorismo, foi detido pela Polícia.

EFE |

Zergout foi detido no sábado passado pelo corpo especial antiterrorista da Polícia em sua casa em Malnate, uma pequena localidade próxima de Varese, embora a ação tenha sido anunciada apenas hoje.

O mandato de detenção para a extradição foi emitido no dia 31 de julho pela Justiça marroquina.

O imame é acusado no Marrocos de formação de quadrilha para preparação de atentados terroristas, de grupo armado para a subversão da ordem pública e de financiamento do terrorismo, informou a Polícia.

O imame, de 43 anos e que nasceu em Safi (Marrocos), foi detido em 2005 na Itália junto com Abdelillah El Kaflaoui, após ser acusado de terrorismo internacional e ser absolvido no ano passado por um Tribunal de Milão.

Zergout e seu compatriota Kaflaoui foram acusados de terem criado em Varese uma célula terrorista que concedia apoio logístico e financeiro ao Grupo Islâmico Combatente marroquino, responsável, entre outras ações, pelo atentado que causou a morte de 45 pessoas em Casablanca (Marrocos) em 2003.

O promotor de Varese, Maurizio Grigo, afirmou que a prisão com fins de extradição de Zergout é provisória e que o tribunal de Apelação de Milão deverá decidir sobre sua convalidação em um prazo de 40 dias.

Neste momento então se saberá se Zergout será extraditado ao Marrocos, afirmou o promotor. EFE cr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG